top of page

Sou Campeã por Roberta

Ser Wonder é tornar o impossível possível, sempre!!

Mas não apenas para o seu mundo o que na verdade já seria incrível nos dias de hoje, mas ele vai além, por que é uma energia tão forte e contagiante que não permite ser pequena, ela quer expandir, transformar, transbordar mais e mais a cada dia e assim tornar o impossível possível para o mundo das mulheres gordas, das mulheres livres, das mulheres que se amam e das que ainda vão se amar, porque você um dia se permitiu.


Eu tenho certeza de que você mana Wonder assim como eu, já sonhou em ter acesso a coisas que nunca teve direito, ou pensou que não tinha direito e que não era para você, pois te fizeram acreditar nisso de forma totalmente injusta e equivocada, desde uma roupa básica como uma calcinha e um sutiã a um ciclo de amizades reais e sinceras por ser fora do padrão.


Quando digo ser fora do padrão não necessariamente precisa ser física, pode ser no seu jeito de se vestir, na sua liberdade de viver ou até mesmo na sua forma de pensar.

As coisas que mais marcaram na minha adolescência, era ouvir várias pessoas dizendo que eu nunca poderia ser campeã de nada, muito menos no esporte por ser uma criança gorda. Sempre a última a ser escolhida, a que ficava no gol...etc. Acho que até aqui nenhuma novidade para ninguém, até porque tenho certeza que todas nós temos histórias parecidas...infelizmente! Mas não se preocupe, pois terei o meu final Feliz e vou te contar.

Pratico um esporte chamado Lançamento Limitado, é a minha maior paixão depois do meu marido é claro, que me apresentou esse esporte MARAVILHOSOOOOO....queria poder viver disso! Más nasci bela e não herdeira.




Enfrentei e ainda enfrento dificuldades para encontrar uniformes, para o meu tamanho. Como única mulher gorda no clube, sofri gordofobia / machismo no meio esportivo e pensei em desistir muitas vezes, derramei muitas lágrimas no meu travesseiro e no ombro do meu marido. Más com apoio das pessoas que amo, e muitoooo treino para melhorar a performance a cada prova, consegui seguir em frente e tento inspirar outras mulheres com o meu exemplo.


Eu mereço estar aqui e vou provar para todos o meu valor como esportista, é isso que me move hoje. Encontrei na Wonder um caminho alternativo para seguir, por muitas vezes participei de campeonatos com a autorização dos árbitros, com a minha armadura wonder (pois não tinha uniforme), pois é assim que eu me sinto quando visto uma joana dark ou uma bermuda de emana. É como se eu fosse invencível, e dessa forma ganho energia para vencer, é como se todas as manas gordas que foram desprezadas no esporte, estivessem comigo ali dentro da cancha no batimento do meu coração, na respiração profunda da minha concentração fazendo aquele movimento ser perfeito. E quando acerto e fecho os 3 lances é a melhor sessão da vida, pois não é apenas a Roberta vencendo, e sim todas nós somos em um único momento vibrando juntas e falando VENCIIIIIIIII, e agora vocês vão ter que me engolirrrrrr.




Quero do fundo do meu coração, que possamos JUNTAS viver mais momentos felizes COMO ESSE de vitórias.

E se hoje, a Roberta tem algum sonho no esporte é ter vocês comigo em uma prova oficial, torcendo por mim e me vendo lançar e gritando meu nome!!!!!

Quem sabe um dia em um campeonato brasileiro!!!


Vejam alguns títulos que conquistei:


• Campeã Paulista Feminina da categoria B, em 2015;

• 3° Lugar Feminino na Copa Casteiros em 2016;

• 4° Lugar Feminino na Copa Casteiros em 2022;

• Campeã da 3° e 4° etapa do Campeonato Paulista Feminino da categoria A, em 2022;

• Campeã Interclubes do II Campeonato Brasileiro de Lançamento Limitado de 2022.


A Wonder me mostrou que posso ser tudo isso, e ainda assim ter um lugar no mundo, mesmo que todos digam ao contrário.

E hoje ele se chama: WONDERVERSO!!!


Aonde eu quero estar com você, e não vou soltar a sua mão jamais.

92 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page